segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Subimos até onde o carro chegava, você sabia que eu morro de medo de altura? Sabia! eu já tinha dito isso a você, mas mesmo assim, sua vontade de me deixar com medo era maior, e la fui eu com as pernas tremendo, olhando aquele mar tão escuro, e aquela cidade tão iluminada . Não demorou muito para que eu simplesmente ficasse congelada, tomada por um medo absurdo de cair ou sei lá oq , e sem que eu pudesse me movimentar, ou até mesmo pensar, você me agarrou com força e me beijou como se nunca mais fosse me beijar , confesso que me pegou de surpresa, embora tivessemos saido algumas vezes, você nunca havia dado a entender que o que queria..Vendo que minha cara de boba e de medo , me levou para o carro e colocou 'nossas' musicas, criando um clima acolhedor. Logo, estavamos alterados graças ao vinho e continuamos a nos beijar de hora de forma calmar, hora de forma brusca, fazendo com que a vontade de pertencer a você só aumentasse, e ali no meio do nada, você começou a tirar toda minha roupa, beijar cada pedaço do meu corpo, explorar tudo que eu podia lhe oferecer, e permitiu que eu desenhasse com a boca, todas as trilhas q eu pudesse percorrer.
Ali, uma única vez você foi meu. Sem medo, sem pudor, sem arrependimentos, só com boas lembranças.


acabou a criatividade ! Beijos e booa semana :*

4 comentários:

Dog disse...

ê!!!! cabou a criatividade! uhu!!!! ai sim!


Medo de altura? Acho que só no iniciozinho, porque depois acho que vocês nem notaram onde estavam né.


Beijos!!!!
Aproveita a falta de criatividade e posta mais um!

Líviany Moura disse...

ADOREI!!!

=)

Criativa demaissss... :o)

Bju linda!

Moça do Fio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Moça do Fio disse...

Uau! Muito bom.

Você escreve contos? Eu postei dois no meu Blog: "Silêncios" e "Entre Linhas". Dá uma olhada depois.

PS: Tem mesmo medo de altura? Risos.

Abraços.