quinta-feira, 7 de maio de 2009

O mundo é grande, mas é só uma Ilha.



Confesso que ando meio assustada com os acontecimentos . Não sei não, mas não creio que o país esteja preparado pra essa gripe. Saltitando de Blog em Blog, vi que já tem gente usando mascara aqui . Se não conseguimos controlar a dengue, imaginem só a gripe do porquinho .

Podem me chamar de louca, ou oq vocês quiserem, mas não sei quanto tempo o mundo vai durar. As vezes prefiro não assistir aos jornais para não me deparar com tanta coisa ruin rolando por ai, a cena das casas cobertas por água é algo terrivel. Não, eu não to fujindo da realidade ou algo do tipo, mas vocês tem que concordar que é de partir o coração as coisas que estão acontecendo, e eu to meio emotiva .


Essa semana a coisa ficou louca aqui, de um dia de sol LINDO, passamos a uma tarde de tempestade, as 15hrs o céu estava digno de 20hrs, assim em questão de minutos.
coitado de quem tava na rua, tudo alagou tao rápido, que não deu tempo nem de pensar.

Gente, ta estranho .

Desculpem se hj meu post não foi bunitinho, precisava desabafar.

Beijos


5 comentários:

O Profeta disse...

A maresia adormeceu na areia
O mar transformou-se em espelho de água
Uma nuvem mirou-se nele
Verteu uma última gota de mágoa

Este sol que beija a ilha na manhã
Traz um sorriso cheio de mistério
Este verde orvalhado pela bruma da noite
É o tapete de um Deus no seu império


Bom fim de semana


Doce beijo

Paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paula disse...

Olá Flor...você esta absolutamente correta em desabafar sobre cenas tão tristes que, infelizmente, estamos nos acostumamos a assistir.
Sabe, eu sou colaboradora do Greenpeace ha algum tempo (infelizmente não consegui ainda ser voluntária ja que só sei fazer coisas chatas como advogar...rs), e percebo que a grande causa desse mau, ambientalmente falando, diz respeito às próprias práticas do homem.
E isso é triste.
Como se minha compra de alimentos trangênicos não pudesse influenciar na biodiversidade, ou o desmatamento não aumentasse a incidência de tornados.
Como se minhas, pequenas, atitudes, nada pudessem influir no mundo.
É péssimo. Fico aqui me perguntando quando é que teremos mais consciência. Antes que o mundo se acabe, como você bem disse.

Quanto ao concurso, olha, você tem razão. Pensando sob esta ótica, talvez seja melhor você definir um prazo de somente estudo para depois começar a gastar dinheiro com as provas. Eu mesmo pretendo estudar mais uns 2 anos antes de prestar o primeiro concurso para o Ministério Público. Ainda não tenho bagagem nenhuma. Mas você poderia fazer uma grade de estudos com as matérias que sempre caem em todos os concursos e, começar por elas.

; )
Bom final de semana,

Líviany Moura disse...

Pura verdade! O pior, em relação aos tempos, nos (com acento, ta?! Meu note n tem) ajudamos a levar tudo pro buraco negro... Estamos destruindo o mundo, consequentemente nos destruindo... Triste realidade essa!

Beijo grandeeeeeeeee!

Ah, cê viu o sorteio que vai participar la no blog? Acho q vou fazer hj!!! \o/

Bisous

Gabriela Castro disse...

Às vezes temos que falar sobre essas coisas sim, e fazer a nossa parte de certa forma.
Beijão