sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Tudo continua claro em minha mente, e meu corpo carrega pequenas marcas escondidas da noite que passamos. Como em um sonho pertencemos um ao outro durante toda uma noite, uma linda e maravilhosa noite. Beijos calmos que logo se transformavam em pedidos desesperados, suplicas por mais e mais, o desespero que tomava conta de todo o corpo cansado da espera pesada que seguia. Aquela noite não existia tempo, não existia mais ninguém! Apenas eu, você, a chuva e a escuridão. Teu corpo inteiro cheiroso, entregue a mim e as minhas vontades, teus suspiros e gemidos, tua boca quente e teu sexo, tudo isso agora era apenas meu.
Eu preciso de mais noites como essa, preciso acordar as 6 da manhã porque senti que você se levantava, preciso acordar com sua mão suave tocando meu rosto e com a sua luz iluminando todo o meu dia, mesmo os dias mais chuvosos, me despertando para a vida que se inciava ainda tranquila la fora. Que se dane o resto do mundo, pouco me importa o que acontecia fora daquele quarto, porque sem duvidas dentro dele havia uma festa.
Eu quero teu abraço, teu colo, você .

2 comentários:

Babado de menina, disse...

eu suuuuuuuuper me identifiquei com o txto! hihihihi
;****

Gabriela Castro disse...

Ai ai ai ui ui!!!
Rsrs

(comentário desnecessário)
tá, parei!
aheuhauehae

te adoro!!!
beeeijo