quarta-feira, 31 de março de 2010

Sabe amor, eu queria lhe dizer tantas coisas. Eu sempre quis . Mas achava bobagem perder tempo falando , quando na verdade eu poderia me jogar nos seus braços e me deliciar com você. Agora eu tenho aqui dentro de mim um vazio, esmagando meu coração e em fazendo sufocar. Sabe amor, todas as musicas me dizem algo sobre você . Algumas lembram o contorno dos seus lábios, outras me lembram teus olhos amendoados. Algumas me transportam pro teu corpo magrelo e outras me fazem desejar tuas mãos macias. Mas todas, de alguma forma sempre me lembram você . Qual o sentido de escrever tanto se você não vai mais ler? Qual o sentido de continuar se você não pode mais me acompanhar? Eu realmente desejo parar com tudo isso, eu preciso de um tempo de mim. Eu penso em fechar os olhos e nunca mais voltar a abri-los. Eu penso em um jeito de sentir dor pra superar essa dor interna. Imagino um veneno. Posso saboreá-lo em seus lábios, tão quentes e tão letais. Não posso continuar sem as cores, não posso seguir quando eu preciso da sua companhia, e esta é a única que me falta. Eu quero a cura e a cura é você . Ainda espero pra ver você chegar, ainda espero o telefone tocar e você aparecer. Não demore?! Pois a cada dia a vontade de dormir aumenta, junto com o buraco no meu peito, junto com a saudade de você .

Um comentário:

Cristin disse...

Achei tão bonitinho...não posso continuar sem cores...muito meigo...^.^
Corre atrás do arco-íris!
Bj bonita