quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

2011, a saga.

Daí que o ano novo já chegou e eu sofri horrores pra chegar em São Paulo, porque né, todo mundo resolve sair dessa cidade e ir pro litoral pra encher a cara confraternizar e pular 7 ondinhas. Ok. Legal. Não vou contar aqui os senhores perrengues que eu passei como ficar das 17h até as 23h na rodoviária, depois entrar na porr@ do ônibus da empresa expresso luxo (de merda) e me sentir pegando uma lotação depois posto a foto ou como foi passar a noite em um hotel que tinha, pasmem, baratas e umas manchas estranhas nas paredes que, incrivelmente, só apareciam na luz negra *suspeito* e depois ir direto pro trabalho, com aquela face de ressaca deplorável, mas ok, to viva, foi cool. Survivor Guatemala é pros fracos!

O bom de tudo isso, é que não enfrentei essa situação triste e sozinha. Meu digníssimo Oso estava lá, fazendo o papel de namorado me protegendo dos OGROS que me empurravam na rodoviária e cuidando da minha dor de cabeça and tosse durante a madrugada no hotel. Porque me esqueci de contar que estava chovendo MUITO e minha sapatilha estava ensopada e eu já estava meio gripada, logo, visualizem um ser doente T_T.

Vocês precisam saber (dããr, provavelmente todo mundo já sabia, menos eu.) que aqui em Sampa, se o ônibus ta lotado, você entra pela porta de trás e fica esmagado – mesmo – com outras centenas de pessoas. Contorcionismo? Trabalhamos. Quando eu era pequena, queria ser a gente secreta *vergonha* é tanto perrengue pra pegar condução, que eu to me sentindo a própria! Cheia de artimanhas pra conseguir adentrar no transporte. Tem trânsito? Chato! Mas o ônibus simplesmente corta caminho =) e como eu não conheço nada aqui, se o ônibus sai um quarteirão do seu itinerário, fodeu. *sintam meu pânico*

E quando chove? Se você fuçar nos arquivos vai ver que eu amo chuva, que tem toda uma história romântica But, aqui em Sampa, a única história é de terror, Graças ao bom Deus, não alaga onde eu moro *-* . Falando em moradia, eu sei que tem blogueiras Paulistas por aqui, se alguma souber de apertamento pra alugar pelo centro e mediações, to super aceitando sugestões – dinheiro, amigos e cerveja também – ah, de preferência, locais que não alaguem (:

Gente, é isso! Desculpem a ausência, tipo, ando muito cansada, sem vida social e camelando, então, aguardem news sobre minha saga paulista!

ps.: Quem me lê deve estar achando que eu vim do amazonas pra Sampa. Nem foi. É que, independente do meu lugar de origem, essa city é monstruosa, então, se pra você que está me lendo, esse blog está cheio de coisas obvias, pra mim é tudo novo! Vá procurar um blog sobre a vida na África, e me deixa curtir a experiência em paz. HUMF.

10 comentários:

paula disse...

hahah... gostei do "vá procurar um blog sobre a África"... sabe, Flor, mesmo eu, que sempre morei em SP penso que ainda falta algo a descobrir por aqui. acho que é porque essa cidade é tão múltipla... várias em uma, sabe? é uma SP qdo tá mto sol ,chuva, frio... em época de feriadão, SP é uma delícia...

que bom que mesmo com tantas intempéries seu final de ano foi com o amor ao lado... isso é que importa.

sobre a cidade, apartamentos, dinheiro e cerveja... bem, devagar as coisas vão se ajeitar. se eu souber de algum apto, dou um toque, juro. sei o quanto é difícil arrumar legal - e com preço justo - em SP.

boa sorte e que tudo só continue melhorando...

=)

Gabriela Castro disse...

É flor, virar gente grande não é fácil não. rsrs Mas você consegue =)
Amo você!
beijos

Melanie Brown disse...

Oiiii, eu pensei em voce ontem: "Aquela bonitinha nunca mais veio me atirar flores, amanha terei tempo pra desejar um super, mega, power, master ano-novo pra ela!" Que bom que voce veio a mim florzinha.

Coitada de voce! E que sinistro esse hotel tô com maior medo aqui! rs. E a historia de o onibus mudar o itinerario: Me vi! Quando acontecia isso aqui mesmo na minha "city" (rs) Eu ficava em panico tbm, mas isso quando eu começei a andar de onibus sozinha.

Qurida boa sorte, adoro viajar e conhecer novos lugares, mas nunk tive essa curiosidade toda por Sampa, e voce melhorou bastante a minha situação! kkkkkkkkkkkkkk

Beijos lindonaaaaaaaaa
Exelente 2011!!

Michele disse...

Hahaha! Florzinha, realmente parece que SP nunca é totalmente descoberta... sempre tem uma coisinha nova que a gente ainda não conhece! E, por favor, certifique-se mesmo que o local em que você for alugar o ap não alague!!!

Quanto ao hotel, MEDO!!! Eu teria medo de me deitar nessa cama... pensaria no que pode estar andando por debaixo do colchão! :S

Obrigada pelo carinho pela Clarinha, viu? Ela é uma boneca mesmo! :)))

Beijo grande!

Erica Ferro disse...

HAHAHA

Cara, Sampa parece ser, tipo, o INFERNO.
Muita gente, muita correria, muita loucura.
Acho que eu não conseguiria acompanhar.

Boa sorte nessa saga.
Um abraço.

A.S. disse...

Fico no aguardo!... Beijos!
AL

Michele disse...

ô Florzinha, obrigada pelo tantão de palavras lindas e carinho pela nossa princesa lá no meu blog!

Um beijo grande, viu?

Circus disse...

Cara, Sampa é novidade até pra quem nasceu na cidade! Eu mesma NUNCA pisei na Zona Norte nem na Oeste. São terras desconhecidas pra mim hahaha Sampa é grande demais, movimentada demais pra deixar de ser novidade. Se alguém disser o contrário, manda tomar no c*.

Apartamento pra alugar? Hummm... olha, os preços variam MUITO de local pra local. No centro e na Av. Paulista é o olho da cara (e do c*). Como nunca morei sozinha nem nada, te aconselho a comprar um jornal e dar uma olhadinha, não quero falar bobagem pra você hehe nessa terra tudo "depende" :P
Mas se eu ficar sabendo de vagas, te aviso ;)

Michele disse...

Florzinha, a produção da gatinha aqui ficou demais mesmo! O problema é que acho que a agasalhei demais (coisa de mãe de primeira viagem quando sai com o baby pela 1ª vez)! Quase cozinhei a coitadinha! rss

Um beijo, lindona!

Priscila Rôde disse...

Eu já estaria MORTA. Tenho certeza! hahahahaha

Adoreeeeeeeeeeeei!