quarta-feira, 8 de junho de 2011

mas mantenha o respeito.

respeito.

olha aí uma palavrinha que tem rondado minha cabeça durante essa semana, talvez não haja um motivo especial, mas sim uma coleção deles, e oh, eu exijo respeito. desde cedo a gente aprende que tem que respeitar pai e mãe, parentes, pessoas mais velhas, o próximo, professores, coleguinhas e até mesmo desafetos, mas acho que a gente esquece o principal, que é respeitar a si.

não sei vocês, mas eu sou uma pessoa boa. não boa no sentindo de nunca fazer nada errado, nunca mentir e blábláblá. mas boa no sentido de ser uma pessoa bacana com os outros, me doar quando eu gosto, ajudar a ponto de ser, err.. boba. mas esses dias, por razões desconhecidas, eu comecei a exigir respeito de mim mesma. respeito com meu corpo e minha mente. eu estava chegando num esgotamento mental, a ansiedade tava tomando conta e, opa, pera aí, não é isso que eu quero não! não era assim e me recuso a ser. sério, quero tudo que me faz mau bem longe, ainda que me doa cortar alguns laços, alguns gestos, eu cansei sabe? e é aquela coisa, pra conseguir o respeito alheio, tenho que me respeitar como pessoa, saber meus limites, saber onde dói, saber o que eu aceito e o que não aceito, porque não quero mais pirar por qualquer coisa, eu decidi ir ser feliz, ainda que seja um processo esquisito, foi a minha escolha e quem me conhece sabe que eu sigo até o fim.

e olha, eu amo muita coisa, mas a unica que eu não sei viver sem, sou eu. tou mundando de foco e apesar de doer, faz bem.

(parece que eu voltei mesmo hein?)


se eu continuar com esse pensamento durante uma semana, vocês podem levar a sério! 



4 comentários:

Gabriela Castro disse...

Amor, tudo a ver com o meu momento isso tudo que você disse. É isso aí! Amor e respeito próprios, sempre! Fique firme no seu propósito! Torço daqui! beijos

Panosso, Luciana disse...

Às vezes é preciso mesmo sair fora de algumas coisas, depois você acaba vendo que foi melhor assim.
Nem comentei no outro post, porque né, não havia o que dizer, só que cara, somos gêmeas. Eu crio as situações também, e você não tá sozinha nessa =)
Mas vamos seguindo com as mudanças, que mudar é sempre bom!

Beijão pra ti!

Júuh . disse...

respeito é o essencial. sem respeito, perde-se tb o amor próprio. me decepcionei c algumas pessoas que até então achei q fossem meus amigos, mas levei aquela punhalada pelas costas, tô tentando me recuperar do baque, mas te digo, perdi a fé nas pessoas...e não sei o q fazer qto a isso.

vou esperar uma semana pra ver se vc voltou mesmo ein? hauhauhaa

Beeijo flor

Líviany Moura disse...

LINDA foto, florzinha! Felicidade linda que conseguiram registrar!

Xêro!