domingo, 30 de agosto de 2015

Sobre 25 anos.

Os 25 chegaram. 25 anos se passaram desde que nasci, naquele 27/08/1990. Minha mãe disse que eu só fazia chorar, como se protestando por ter sido arrancada do meu mundinho, quentinho, aquático, aconchegante. Sim, sou preguiçosa, dorminhoca e chorona desde que nasci.

25 anos se passaram e tantas coisas também. No banho hoje passei a mão pela cicatriz na perna, causada por uma aventura de patins na minha rua. Fiquei nostálgica, cheia de saudades de lembranças que já estão perdidas em minha em cabeça. É triste perceber que algumas lembranças vão se perdendo, se confundindo. Conforme o tempo passa, já não conseguimos distinguir o que é real e o que é produto da nossa imaginação. De qualquer forma, creio que nossa mente faz isso pra nos proteger. As memórias mais fortes e importantes, continuam nos acompanhando.

Lembro-me da primeira vez que andei de bicicleta sem rodinhas. Lembro-me da minha mesinha e cadeira de madeira, onde passava o dia 'escrevendo' e desenhando. Lembro do livro que achei no calçadão da praia. Do primeiro beijo. Do primeiro show - chiquititas, me julguem- Da primeira viagem sozinha. Dos amores mais sórdidos e quentes. Os porres históricos. 

Das sensações mais maravilhosas da vida: enfiar os pés na areia, o minuto que antecede um beijo, a expectativa. o cheiro de natal. o sol de verão em nossos corpos jovens. o mar gelado nos abraçando. velocidade. saltar no desconhecido. entrelaçar as mãos de alguém amado. abraço de mãe, de irmã. gozo. a preguiça pós coito. a música que nos da vontade de gritar e dançar, independente de onde estamos. o clipe imaginário enquanto estamos perdidos em nossos fones de ouvido.

Sou tão grata. Transbordo gratidão por todas as coisas que tenho vivido, pelas pessoas que cruzaram meu caminho, deixaram sua marca e um pouquinho de si em em mim. Que os próximos 25 anos sejam tão lindos quanto esses foram, que eu seja tão abençoada quanto sou hoje. repleta de amor.


2 comentários:

Erica Ferro disse...

Que post bonito, cara! ♥ Puro amor!
Também me senti assim ao fazer 25 anos. Na verdade, me sinto assim a cada dia que algo tocante me acontece, e até mesmo quando nada tão fenomenal acontece. Envelhecemos todos os dias. Nossos dias se passam e o que ficam são só as memórias, que às vezes conseguimos reter ou não. Mas o que eu aprendi a valorizar a prestar atenção é no agora, porque é o que eu tenho de certo. Aproveitar esse momento como se de fato fosse o último e do qual eu posso não me lembrar mais. A vida é feita pra ser vivida intensamente, mesmo.
Que a sua vida seja repleta de muito amor, paz, poesia, energia positiva e, sobretudo, de intensidade.

Um abraço!
Parabéns pelos 25! Que venham muito mais pela frente!

>> Blog || >> FanPage

Thais Vecino disse...

AMEI TE AMO AMI s2